Camille Paglia: prostitutas “fazem um trabalho importante e necessário, gostem ou não os moralistas de esquerda ou de direita”

Deborah Coughlin, para o Feminist Times
Quando o Daily Mail descreveu nossa entrevistada como uma “feminista dissidente”, em dezembro passado, nós sabíamos que tínhamos que falar com essa mulher que está fora da corrente principal do feminismo, a professora e escritora Camille Paglia. Eu queria saber por que não é fácil enquadrá-la em um campo, o que podemos aprender com sua dissidência e se, olhando para trás, ela consideraria agir de forma diferente na esfera pública. Paglia amoleceu com a idade? Mmm, a resposta é um forte grito de NÃO!

Ler mais